O Porto contra os corsários : (a expedição de 1469)

Amândio Barros

Resumo


Nos finais da Idade Media o comercio marítima  tornara-se essencial para o desenvolvimento económico da cidade do Porto. Nesse tempo, a sua frota consolidara já uma serie de rotas internacionais e as seus mercadores  eram  presença assídua  em diversos portos europeus. Um dos problemas perturbadores desta actividade era o corso exercido sabre as suas embarcações levado a cabo por ingleses, franceses e castelhanos. Com base num documento de 1469, surpreendemos  dinâmicas  mercantis e, acima de tudo, a forma como as autoridades  da cidade providenciavam a defesa da sua navegação contra as assaltos perpetrados  par esses corsários

 


Texto Completo:

PDF

Apontadores

  • Não há apontadores.


 

 

 

 

                 

      

 

 

 

Lista das Revistas