REFLEXÃO BIBLIOTECÁRIA NO ATO DE MEDIAR: entre a racionalidade e a concepção representacionista da informação

Jetur Lima de Castro, Luiz Eduardo Ferreira da Silva, Alessandra Nunes de Oliveira

Resumo


Resumo: Discute a mediação bibliotecária a partir da ação informacional em Fred Dretske, a encontrabilidade e usabilidade da informação por meio das affordances em Jerome Gibson e ação comunicativa na base do pensamento Habermasiano, a partir de um enfoque crítico e interpretativo.
Em termos metodológicos, trata-se de uma pesquisa teórica, de abordagem crítica e interpretativa, que tenta se desenvolver a percepção informacional do bibliotecário em ambientes informacionais, a qual é responsável pela formação de padrões de informação que direcionam a percepção-ação dos usuários. Em conclusão, considera-se que a informação como fenômeno de uma ação cognitiva, emerge fissurando as estruturas técnicas da teoria da informação desenvolvendo-se no ato discursivo e no diálogo intersubjetivo do bibliotecário como mediador e nos sujeitos que buscam o conhecimento disponível nas bibliotecas.

Palavras-chave: Bibliotecário; Informação; Intersubjetividade; Mediação; Percepção-ação


Texto Completo:

PDF

Apontadores

  • Não há apontadores.




Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional
Copyright © 2013 | CIC.Digital (Porto) | Contacto: gabinete_ab@hotmail.com | ISSN 0873-5670 | eISSN 2183-6671 | D.O.I. 10.21747/21836671/pag