Centralizar documentos digitais na história regional do café

Silvia Maria do Espírito Santos

Resumo


Este artigo visa demonstrar a articulação das áreas da organização, conservação e representação do conhecimento baseada nos pressupostos da ciência da informação e refletida a partir da arquivologia ao tratar da gênese documental e contexto de produção. Ao focar o registro da história do café, representada na produção da documentação caffeira no Oeste Paulista, a pesquisa em questão objetiva o exercício do conhecimento teórico, associado às atividades práticas de conservação preventiva e recuperação adequadas às condições do Patrimônio Cultural do ambiente rural. Não se trata de ignorar os fatores da análise documental, mas dar ênfase às urgências da preservação e tratamento tradicionais e redimensionar o sentido do reconhecimento da documentação dos registros analógicos – microrresistências da informação – situadas no nível primário de análise e da apropriação documental para ser disponibilizada nos conteúdos do nível digital. Desta maneira, a organização documental, no âmbito da gestão do conhecimetno, investiga o período do café e orienta-se parte de pressupostos da arquivística e da mediação da informação, para organização as coleções do acervo do Centro de Documentação e Memória da Mogiana, Fazenda Santa Cecília, antiga área de plantação de café para exportação, na história brasileira.

Texto Completo:

PDF

Apontadores

  • Não há apontadores.




Copyright © 2005 | CIC.DIGITAL-Porto | PRISMA.COM | ISSN 1646-3153  | DOI 10.21747/16463153 | Contacto: prisma.com@letras.up.pt 

 

  

Lista da Revistas