Compartilhamento de conhecimento na orientação acadêmica: a perspectiva de orientadores

Rosilene Moreira Coelho de Sá, Cláudio Paixão Anastácio de Paula

Resumo


O presente artigo tem como propósito apresentar uma leitura do conhecimento nas interações da orientação acadêmica em nível de mestrado e doutorado sob a perspectiva do orientador. Buscou averiguar os elementos simbólico-afetivos envolvidos no compartilhamento do conhecimento na relação de orientação em um programa de pós-graduação stricto sensu da área de Ciências Exatas e da Terra de uma Universidade Federal no Brasil. Os métodos de coleta de dados foram entrevistas e o Teste Arquetípico dos Nove Elementos – AT9. O material recolhido por meio das entrevistas foi analisado a partir do método da análise de conteúdo e esses conteúdos, juntamente com os resultados do AT-9, foram trabalhados de forma a utilizar a analise da subjetividade e do imaginário como estratégias para compreender o universo da orientação sob o ponto de vista do orientador. Buscou-se, assim um melhor entendimento da construção do conhecimento a partir do entendimento do seu compartilhamento. Como resultados percebeu-se que orientadores, como sujeitos do processo de orientação, crescem juntos na construção do conhecimento cientifico, uma vez que o processo de aprendizagem na pós-graduação culmina na modificação do conhecimento prévio tanto de professor quanto de alunos.

Texto Completo:

PDF

Apontadores

  • Não há apontadores.




Copyright © 2005 | CIC.DIGITAL-Porto | PRISMA.COM | ISSN 1646-3153  | DOI 10.21747/16463153 | Contacto: prisma.com@letras.up.pt 

 

  

Lista da Revistas