A criação apresentada nos Sermões de Agostinho de Hipona

Autores

  • Maria Célia dos Santos

Resumo

No presente artigo pretendemos fazer uma breve reflexão acerca do que se poderia chamar de Comentários ao Hexamerón, pronunciados em diferentes épocas nos Sermões de Agostinho de Hipona.Trata-se do Sermo I sobre a concordância entre Gn 1,1 e Jo 1,1 contra os maniqueus; Sermo Denis 2, pronunciado na vigília pascal de 399, quando Agostinho tinha dado uma orientação decisiva à sua meditação e compreensão acerca da criação; Sermo CCXXIX dedicado aos vários dias da criação: CCXXIX R sobre o segundo dia da criação, CCXXIX S sobre o terceiro dia da criação, CCXXIX T sobre o quarto dia da criação, CCXXIX U sobre o quinto dia da criação, CCXXIX V sobre o sexto dia da criação. Aliada à preocupação pastoral e catequética do Bispo de Hipona, encontramos aqui a preocupação por aproximar-se de todos num esforço de extraordinária clareza na explicação da Palavra de Deus e suas implicações existenciais na vida humana.

Palavras-chave: Agostinho, criação, Hexamerón.

 

In this article, I intend to briefly discuss what could be called the Commentary on the Hexameron, conceived at different times within the Sermons of Augustine of Hippo. These are Sermo I, on the conformity between Gn. 1:1 and Jo. 1:1 against the Manichaeans; Sermo Denis 2, delivered at the Easter Vigil of 399, when Augustine had given decisive guidance on his meditation and understanding of creation; Sermo CCXXIX, devoted to the several days of creation; CCXXIX R, about the second day of creation; CCXXIX S, about the third day of creation; CCXXIX T, about the fourth day of creation, CCXXIX U, about the fifth day of creation; and CCXXIX V, about the sixth day of creation. Along with the pastoral and catechetical concern of the Bishop of Hippo, we also find here the concern about engaging everyone in an effort of extraordinary clarity in order to explain the Word of God and its existential implications in human life.

Keywords: Augustine, Creation, Hexameron.

 

DOI: https://doi.org/10.21747/ civitas/72018a4

Downloads

Publicado

2019-05-29

Edição

Secção

Artigos