O pretérito imperfeito em contos literários: valores temporais e aspetuais

Autores

  • Ana Sofia Pinto

Resumo

O objetivo deste estudo é identificar valores temporais e aspetuais do pretérito imperfeito do indicativo em contos literários. O corpus escolhido é constituído por contos da obra Praça de Londres: cinco contos situados, de Lídia Jorge. A análise recorre essencialmente a conceitos das teorias de Reichenbach (1947) e de Vendler (1967) para estudar, respetivamente, o Tempo e o Aspeto. Através da observação do corpus conseguimos identificar alguns valores temporais deste tempo verbal e a sua influência quando combinado com estados e com predicações eventivas. Verificámos ainda se há sempre sobreposição das situações representadas por este tempo verbal relativamente a outras com as quais ocorre.

Downloads

Publicado

2021-08-05