Mutações do império: sobre as facetas de Troia na obra e legado de Pedro de Barcelos

Autores

  • Mariana Leite

Resumo

Na obra historiográfica de D. Pedro Afonso, conde de Barcelos, reserva-se um espaço importante para narrativas de pendor universal. Com efeito, tanto no seu Livro de Linhagens como na sua Crónica de 1344, começa por apresentar-se uma história do mundo desde a criação até ao presente da escrita, expondo paralelamente a história sagrada e a profana, o que de resto é prática corrente na escrita historiográfica medieval. O Conde, no entanto, inova ao dar tão pouco destaque a um dos temas basilares da historiografia e literatura europeias da época: a história da guerra e destruição de Troia. No presente artigo, inquirimos as manifestações de matéria troiana na obra de D. Pedro, procurando averiguar como é que estas se articulam com a mundividência política e ética do Conde.


Palavras-chave: Pedro de Barcelos; Livro de Linhagens; Crónica de 1344; historiografia universal medieval; matéria troiana.

Downloads

Publicado

2019-09-11

Como Citar

Leite, M. (2019). Mutações do império: sobre as facetas de Troia na obra e legado de Pedro de Barcelos. Guarecer. Revista Eletrónica De Estudos Medievais, (3), 37–55. Obtido de https://ojs.letras.up.pt/index.php/gua/article/view/6341