Páginas a&b: arquivos e bibliotecas https://ojs.letras.up.pt/index.php/paginasaeb <p>A revista <strong>Páginas a&amp;b - arquivos e bibliotecas</strong>, iniciou a sua publicação em 1997 e tem vindo a publicar-se regularmente, com uma periodicidade semestral. É uma publicação periódica científica na área da Ciência da Informação e tem por objetivos centrais promover e divulgar estudos de investigação na área, tendo como público-alvo privilegiado <span style="font-size: 0.875rem;">os docentes, os investigadores e os estudantes dos cursos universitários na área da Ciência da Informação, bem como </span><span style="font-size: 0.875rem;">os profissionais das bibliotecas, dos arquivos e dos serviços de informação em geral.</span></p> pt-PT <span>Os autores têm autorização para assumir contratos adicionais separadamente, para distribuição não-exclusiva da versão do trabalho publicada nesta revista (ex.: publicar em repositório institucional ou como capítulo de livro), com reconhecimento de autoria e publicação inicial nesta revista.</span> paginasab@letras.up.pt (Revista Páginas a&b) rgraca@letras.up.pt (Raquel Graça) Wed, 29 Dec 2021 00:00:00 +0000 OJS 3.3.0.3 http://blogs.law.harvard.edu/tech/rss 60 Documento Completo https://ojs.letras.up.pt/index.php/paginasaeb/article/view/11137 Páginas a&b Arquivos e Bibliotecas Direitos de Autor (c) 2021 Páginas a&b: arquivos e bibliotecas https://ojs.letras.up.pt/index.php/paginasaeb/article/view/11137 Wed, 29 Dec 2021 00:00:00 +0000 La Ciencia de la Información y su objeto de estudio https://ojs.letras.up.pt/index.php/paginasaeb/article/view/10877 <p>Se realiza una revisión histórica de la ciencia de la información en la segunda mitad del siglo XX. Se identifica que, históricamente, se ha intentado especificar cuál es su objeto de estudio. El objetivo es explicitar que se ha aceptado como válido determinar un objeto para la disciplina como un elemento esencial para su cientificidad. Se realiza un análisis bibliográfico, que permite examinar la historia de la disciplina y estudiar diversos aportes teóricos. Se observa que varias de las discusiones responden a la necesidad de constituir límites con respecto a las diferentes áreas. Se exponen las características de la filosofía de Thomas Kuhn, que ofrecen otra perspectiva en cuanto a la consolidación disciplinar y que no refieren a la búsqueda de un objeto de estudio. Se concluye que la búsqueda de un objeto de estudio no aportan ni impactan en la mejora de sus pretensiones de cientificidad.</p> Ignacio Saraiva Direitos de Autor (c) 2021 Páginas a&b: arquivos e bibliotecas https://ojs.letras.up.pt/index.php/paginasaeb/article/view/10877 Wed, 29 Dec 2021 00:00:00 +0000 Análise bibliométrica e comparativa de publicações https://ojs.letras.up.pt/index.php/paginasaeb/article/view/10931 <p>As revistas de acesso aberto têm ganho cada vez mais proeminência à medida que os investigadores compreendem a importância da comunicação das suas pesquisas para o público em geral e não somente entre a comunidade científica. Revistas como a <em>Páginas a&amp;b: arquivos e bibliotecas</em> (Portugal) e <em>Perspectivas em Ciência da Informação</em> (Brasil) são bons exemplos deste tipo de publicações na área de Ciência da informação. Nesse sentido este estudo vem contribuir com uma análise bibliométrica e comparativa das publicações entre 2016-2020, com o objetivo de traçar um perfil de tendências temáticas a partir delas. Conclui-se que os temas divergem entre a gestão e as questões técnicas dos profissionais de Informação-Documentação.</p> Marina Aleixo, Maria Fernandes, Gislane Costa Direitos de Autor (c) 2021 Páginas a&b: arquivos e bibliotecas https://ojs.letras.up.pt/index.php/paginasaeb/article/view/10931 Wed, 29 Dec 2021 00:00:00 +0000 A expressão de singularidades em gêneros narrativos https://ojs.letras.up.pt/index.php/paginasaeb/article/view/10922 <p>Objetivou-se compreender como são classificados os gêneros narrativos de fanfictions em repositórios destinados a alocação dessas histórias, descrevendo as percepções e as motivações dos usuários que realizam a indexação das mesmas. A pesquisa configurou-se como descritiva e exploratória, a partir do método de Observação Direta Intensiva em grupos virtuais de fãs que escrevem e consomem <em>fanfictions</em>; foram coletados dados para embasar uma análise qualitativa dos gêneros narrativos de <em>fanfictions</em> utilizados para indexação das mesmas em repositórios digitais. A análise demonstrou que muitos dos gêneros narrativos utilizados nos repositórios expressam uma preocupação com a representação de aspectos de gênero, sexual e físico. Ademais, vocábulos da linguagem natural, neologismos e palavras estrangeiras são ressignificados para representar os gêneros narrativos. Concluiu-se que os gêneros narrativos são utilizados para classificar as histórias, bem como para expressar singularidades e dar representação a demandas de grupos marginalizados do mercado editorial.</p> Bruna Daniele de Oliveira Silva, Deise Maria Antonio Sabbag Direitos de Autor (c) 2021 Páginas a&b: arquivos e bibliotecas https://ojs.letras.up.pt/index.php/paginasaeb/article/view/10922 Wed, 29 Dec 2021 00:00:00 +0000 A semantização das representações imagéticas em ambientes digitais de museus do feminino https://ojs.letras.up.pt/index.php/paginasaeb/article/view/10677 <p>Nos museus dígito-virtuais, as representações imagéticas de artefatos ampliam e auxiliam o entendimento da informação, potencializam relacionamentos e estimulam as narrativas visuais relacionadas à memória e à cultura. O objetivo geral do artigo foi relacionar as percepções de Walter Benjamin às contribuições para a organização e a apresentação da informação em acervos digitais de museus do feminino constituídos pela convergência de linguagens confluídas ao surgimento do Design da Informação. O estudo foi de natureza qualitativa fundamentada no tipo descritivo-explora-tório, com levantamento bibliográfico e análise do National Museum of Women in the Arts na perspectiva da Ciência da Informação. A interdisciplinaridade das áreas permite que a representação imagética seja entendida como uma estratégia para a potencialização do processo de criação de conhecimento. Considera-se que sua implementação em ambientes digitais de museus do feminino viabiliza o acesso e o compartilhamento da informação na busca de fundamentos para discussões sociais na contemporaneidade.</p> Stephanie Cerqueira Silva, Maria José Vicentini Jorente Direitos de Autor (c) 2021 Páginas a&b: arquivos e bibliotecas https://ojs.letras.up.pt/index.php/paginasaeb/article/view/10677 Wed, 29 Dec 2021 00:00:00 +0000 Mediação Cultural no contexto Francês https://ojs.letras.up.pt/index.php/paginasaeb/article/view/10932 <p>Nas lógicas contemporâneas, o conceito de mediação ganha destaque por sua centralidade nas interações sociais e mediações simbólicas, passando a ser compreendido como um processo inerente a todo fazer do profissional da informação. Diante disso, o objetivo está em descrever a trajetória da mediação cultural na França, observando-se o seu surgimento, histórico e evolução. O estudo possui abordagem qualitativa, do tipo descritivo, adotando-se o método de pesquisa bibliográfica. A princípio, a mediação cultural esteve associada as práticas de mediadores de livros e aos ambientes dos museus. Atualmente, sua emergência no contexto francês associa-se a questões culturais e artísticas entre as instituições de informação e cultura e os públicos, a fim de se reduzir as fraturas sociais marcadas pela exclusão social.</p> Alessandro Rasteli Direitos de Autor (c) 2021 Páginas a&b: arquivos e bibliotecas https://ojs.letras.up.pt/index.php/paginasaeb/article/view/10932 Wed, 29 Dec 2021 00:00:00 +0000 O papel social das bibliotecas universitárias https://ojs.letras.up.pt/index.php/paginasaeb/article/view/10887 <p>O artigo tem como objetivo abordar a função social das bibliotecas universitárias, em especial, as iniciativas da Biblioteca Central Irmão José Otão da PUCRS. Para tanto, discorre sobre a visão Marista na qual a Biblioteca está inserida, as práticas adotadas no atendimento à comunidade universitária e externa, as ações culturais desenvolvidas, bem como as parcerias que propulsionam a humanização. O referencial bibliográfico também relaciona o desenvolvimento sustentável proposto pela Agenda 2030 com o papel das bibliotecas. Conclui-se que a biblioteca universitária desempenha uma função mais ampla que apenas atendimento à comunidade acadêmica. Por meio da promoção da igualdade no acesso à informação e de práticas que difundem a cultura, esta instituição contribui para o desenvolvimento de cidadãos conscientes e engajados.</p> Débora Kraemer de Araujo, Ana Paula Medeiros Magnus, Clarissa Jesinska Selbach, Aline Matte Debastiani, Fernanda Becker Handke Direitos de Autor (c) 2021 Páginas a&b: arquivos e bibliotecas https://ojs.letras.up.pt/index.php/paginasaeb/article/view/10887 Wed, 29 Dec 2021 00:00:00 +0000 O Facebook como instrumento de comunicação das Universidades públicas em Portugal https://ojs.letras.up.pt/index.php/paginasaeb/article/view/10524 <p>O presente artigo tem como objetivo investigar se as universidades públicas portuguesas (UPP) usam o Facebook para comunicar com o seu público-alvo.<br />Primeiramente identificámos quais UPP têm Facebook e como se posicionam em termos de ‘gostos’, comentários e partilhas. Na análise de utilização desta ferramenta examinou-se a frequência em número de <em>posts</em>, a tipologia de informação veiculada e procurámos identificar a extensão relativa ao uso de <em>hashtags</em>, inclusão de fotografia e/ou vídeo. Os resultados obtidos revelaram que UPP usam o Facebook para comunicar, no entanto posicionam-se de diferentes formas na rede. Há muito trabalho a ser feito caso optem por apostar no Facebook como ferramenta de comunicação principal. Os <em>posts</em> são, maioritariamente, textos curtos com imagens provando preocupação em tornar a comunicação mais humana com <em>posts</em> bem-sucedidos. Fazem uso de notícias de media externos para se promoverem e não se observa o uso de <em>hastags</em> e vídeos nos <em>posts</em>.</p> Sofia Manuela de Sousa dos Santos Gomes Direitos de Autor (c) 2021 Páginas a&b: arquivos e bibliotecas https://ojs.letras.up.pt/index.php/paginasaeb/article/view/10524 Wed, 29 Dec 2021 00:00:00 +0000 A Alfabetização Midiática e Informacional https://ojs.letras.up.pt/index.php/paginasaeb/article/view/10537 <p>A Alfabetização Midiática e Informacional (AMI), desenvolvida conforme cartilhas da União das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO), tem como objetivo permitir aos alunos uma aprendizagem mais autônoma para a utilização das mídias e das informações como forma de articulação de processos e mudanças sociais, e por isso vem ganhando mais ênfase na sociedade atual, com o intuito de possibilitar um melhor relacionamento com as informações que nos cercam. Este estudo tem como objetivo central realizar um levantamento nos repositórios e bases de dados abertas mantidas por países da América Latina, Portugal e Espanha a fim de identificar a produção científica sobre AMI no âmbito da academia. Para a realização das buscas foram utilizados os termos Media and Information Literacy e suas traduções para o espanhol e o português brasileiro como Alfabetização Midiática e Informacional, definidas pela própria UNESCO, e a utilização do termo Literacia Midiática Informacional para o português europeu. Ao final foi possível verificar a existência de poucos trabalhos sobre o tema, que todos os trabalhos recuperados têm base no material desenvolvido pela UNESCO, e que o Brasil foi o país que mais publicou sobre esta temática.</p> Bruno Fortes Luce, Laura Soares , Lizandra Brasil Estabel Direitos de Autor (c) 2021 Páginas a&b: arquivos e bibliotecas https://ojs.letras.up.pt/index.php/paginasaeb/article/view/10537 Wed, 29 Dec 2021 00:00:00 +0000 A materialidade e a institucionalidade da informação https://ojs.letras.up.pt/index.php/paginasaeb/article/view/10197 <p>Discutiremos no artigo a noção de documento na Arquivologia e na Ciência da Informação. Para tanto, este estudo tem por objetivo descrever sobre as possíveis contribuições que a materialidade e a institucionalidade da informação podem oferecer ao documento arquivístico. A metodologia se pautou em uma revisão de literatura e análise da mesma no campo da Arquivologia tornando a pesquisa de caráter exploratória, crítica e reflexiva. Desta forma, de maneira preliminar, o artigo buscou apresentar as perspectivas e as contribuições da materialidade e da institucionalidade da informação para o documento e relacioná-las com as noções de documento na Arquivologia.</p> Caio Fabio Moreira Gonçalves, Edmilson Alves dos Santos Junior, Graziela dos Santos Lima, Wilson Roberto Veronez Junior Direitos de Autor (c) 2021 Páginas a&b: arquivos e bibliotecas https://ojs.letras.up.pt/index.php/paginasaeb/article/view/10197 Wed, 29 Dec 2021 00:00:00 +0000 O Arquivo Sousa Lobato https://ojs.letras.up.pt/index.php/paginasaeb/article/view/10825 <p>O objetivo deste artigo é dar a conhecer o arquivo de uma família nobre, o Arquivo Sousa Lobato (ASL). Este acervo, recentemente descoberto, é composto por documentos referentes ao período que vai do último quartel do século XVIII até ao início do século XX, no essencial: documentos oficiais de mercês régias (alvarás, cartas, portarias e decretos) referentes a nomeações para cargos palatinos, atribuições de qualificações honoríficas em Ordens Religiosas e Militares, concessões de direitos (senhorios, terrenos agrícolas) e ao exercício de funções nas instituições oficiais do Reino (alfândegas, ouvidorias de Comarcas) e ainda processos documentais relativos às propriedades concedidas e alguma correspondência epistolar. Assim, procederemos à descrição da reorganização e classificação da documentação, tendo em vista a reconstituição do passado familiar, cujos elementos se enquadraram na sociedade cortesã do final do Antigo Regime - reinado de D. Maria I e regência/reinado de D. João VI até à Revolução Liberal.</p> Margarida Maria Lobato Costa Direitos de Autor (c) 2021 Páginas a&b: arquivos e bibliotecas https://ojs.letras.up.pt/index.php/paginasaeb/article/view/10825 Wed, 29 Dec 2021 00:00:00 +0000 Os acervos documentais produzidos pelas comissões da verdade no Brasil https://ojs.letras.up.pt/index.php/paginasaeb/article/view/10904 <p>Esse artigo apresenta o trabalho de identificação e localização dos acervos produzidos por vinte comissões da verdade criadas no Brasil entre 2012 e 2018. Para tanto, utiliza os relatórios finais e as páginas virtuais das comissões, serviço eletrônico de informações ao cidadão (e-SIC) e ouvidorias estaduais e municipais, e contatos com ex-integrantes das comissões da verdade. Os resultados evidenciam a dificuldade em localizar esses acervos em razão da falta de informações sobre as comissões da verdade brasileiras e a ausência de informações da presença desses acervos nas instituições arquivísticas. Além disso, aponta para um cenário preocupante sobre a proteção e divulgação de acervos que contêm informações sobre violações de direitos humanos no Brasil.</p> Mônica Tenaglia, Georgete Medleg Rodrigues Direitos de Autor (c) 2021 Páginas a&b: arquivos e bibliotecas https://ojs.letras.up.pt/index.php/paginasaeb/article/view/10904 Wed, 29 Dec 2021 00:00:00 +0000 O comportamento informacional no tratamento de feridas é o mesmo em todo o Brasil? https://ojs.letras.up.pt/index.php/paginasaeb/article/view/10676 <p>Apesar de o comportamento informacional de enfermeiros já ter sido investigado, os fatores que influenciam tais comportamentos ainda são pouco conhecidos. Este trabalho investigou se e como a variação na localização do usuário influencia seus comportamentos informacionais durante o tratamento de feridas. Através de um questionário eletrônico distribuído entre janeiro e fevereiro de 2020, 566 estudantes e profissionais de enfermagem de 23 estados brasileiros e do Distrito Federal forneceram dados sobre sua localização geográfica e seus comportamentos informacionais durante o tratamento de feridas. Variações no uso das fontes, na frequência de obtenção e no modo de registro das informações durante o tratamento de feridas puderam ser relacionadas com variações entre região do país, estado e cidade dos participantes. Identificou-se até 16% de variação nos comportamentos informacionais entre cidades do mesmo porte, até 51% de variação nos comportamentos informacionais entre diferentes regiões do país, e até 100% de variação nos comportamentos informacionais entre estados brasileiros.</p> Bruno Santana da Silva, Paulo Vanzolini Moura da Silva Direitos de Autor (c) 2021 Páginas a&b: arquivos e bibliotecas https://ojs.letras.up.pt/index.php/paginasaeb/article/view/10676 Wed, 29 Dec 2021 00:00:00 +0000 Recensão https://ojs.letras.up.pt/index.php/paginasaeb/article/view/10929 <p>The book is one of the results of the research program entitled Mémoloi, the memory of the great laws of protection the heritage culturel which, as highlighted in the text, has already produced two other studies anchored in the investigation of major laws for the protection of heritage; the creation of a digital platform on the historical monuments belonging to the Architecture and heritage media library exhibition (2018-2019) entitled Juger le patrimoine. Institutions such as the Institut des sciences sociales et du politique/CNRS contributed to its realization.</p> Georgete Medleg Rodrigues Direitos de Autor (c) 2021 Páginas a&b: arquivos e bibliotecas https://ojs.letras.up.pt/index.php/paginasaeb/article/view/10929 Wed, 29 Dec 2021 00:00:00 +0000 Recensão https://ojs.letras.up.pt/index.php/paginasaeb/article/view/10905 Armando Malheiro da Silva Direitos de Autor (c) 2021 Páginas a&b: arquivos e bibliotecas https://ojs.letras.up.pt/index.php/paginasaeb/article/view/10905 Wed, 29 Dec 2021 00:00:00 +0000 Editorial https://ojs.letras.up.pt/index.php/paginasaeb/article/view/11136 Fernanda Ribeiro Direitos de Autor (c) 2021 Páginas a&b: arquivos e bibliotecas https://ojs.letras.up.pt/index.php/paginasaeb/article/view/11136 Wed, 29 Dec 2021 00:00:00 +0000