Análise semântica de sentimento em artigos de opinião

Authors

  • Fátima Silva
  • Purificação Silvano
  • António Leal
  • Fátima Oliveira
  • Pavel Brazdil
  • João Cordeiro
  • Débora Oliveira

Abstract

O estudo apresentado realiza-se na interface entre a linguística e as ciências
da computação, tendo como objetivo fazer a análise computacional de artigos de opinião na área da economia e finanças, seguindo o quadro teórico da análise de sentimento. Os principais objetivos do trabalho são i) determinar a orientação do sentimento, positivo ou negativo, e a intensidade dessa orientação através da anotação da polaridade do léxico, com incidência nos nomes e adjetivos, nos segmentos em que ocorre a expressão da opinião, e ii) verificar se um léxico específico para a área de economia e finanças tem vantagens na atribuição automática de sentimento sobre um léxico geral. Para atingir esses objetivos, foi selecionado um corpus de 45 textos, analisado em duas fases por anotadores com formação distinta. Primeiro, uma amostra de 10 textos foi obtida e anotada pelos investigadores da área de linguística, coautores deste artigo, com o objetivo de desenvolver um modelo linguístico para determinar a orientação e intensidade da polaridade de termos em artigos de opinião e extrair termos de léxico relevantes para esta área de estudo. Em seguida, um conjunto de 35 textos foi anotado por estudantes universitários, seguindo o método utilizado na primeira amostra. Com base na anotação linguística, a equipa das ciências da computação procurou determinar até que ponto um léxico de sentimento geral para a língua portuguesa – SentiLex - é suficiente para caracterizar o sentimento de uma frase de maneira satisfatória ou se o EconoLex, um léxico específico de sentimento, seria mais eficaz. O léxico específico inclui termos e expressões multipalavra relevantes para o domínio da economia e finanças e para a língua portuguesa, e foi elaborado pelos autores deste estudo. Os dados foram analisados usando uma metodologia mista, qualitativa e quantitativa. Os resultados obtidos permitem-nos considerar os seguintes itens como contributos desta investigação: i) a elaboração do modelo de anotação linguística adotado para a análise da orientação e da intensidade da polaridade do léxico, em especial dos nomes e adjetivos; ii) o papel central, ainda que não exclusivo, dos adjetivos para a determinação da polaridade do sentimento nos segmentos opinativos dos artigos do corpus; iii) o desenvolvimento de um novo léxico de sentimento específico português para a área da economia e finanças; iv) a melhoria do desempenho computacional do EconoLex⨁SentiLex em relação ao SentiLex no que se refere ao desempenho na caracterização automática de sentimento. Apesar destes resultados positivos, há algumas limitações que constituem os elementos a desenvolver na continuidade deste trabalho interdisciplinar, nomeadamente a análise linguística mais detalhada das classes gramaticais estudadas, a consideração de outros elementos/estruturas linguísticas determinantes para a caracterização do sentimento em SN/ frase, o alargamento do corpus, o aumento do léxico específico do domínio e a afinação dos métodos automáticos de identificação de termos de sentimento em textos de opinião e determinação da sua intensidade.

Published

2019-06-03