Espaços públicos: interações, apropriações e conflitos

Autores

  • Luciana Teixeira de Andrade
  • Luís Vicente Baptista

Resumo

O artigo parte da discussão contemporânea sobre a crise dos espaços públicos e recorre a uma leitura simmeliana para se concentrar em duas dimensões desse debate. Primeiramente, sobre o sentido da tese que defende a morte dos espaços públicos das grandes cidades. Em seguida, concentra-se na pertinência da categoria espaços públicos e, recorrendo à diversidade de tipos de espaços e tipos de interação que se lhes associam, procura mostrar por que não podem eles ser reduzidos e representados de forma homogênea. Daí que, a partir de pesquisas realizadas no Brasil e em Portugal, se ilustrem as diversas dimensões dos espaços públicos com exemplos de apropriações e de conflitos que os seus usos cotidianos comportam.

Downloads

Publicado

2015-12-01