Os menores estrangeiros isolados ou não acompanhados em França e Portugal: a "batata quente"

Autores

  • Vitor Rosa

Resumo

Este artigo pretende refletir sobre o fenómeno migratório dos menores isolados, não acompanhados ou “separados” estrangeiros. Tal como os adultos, eles são afetados pelos conflitos territoriais existentes, pelas catástrofes naturais, pela exploração, pelo tráfico e pela pobreza, pelas perseguições em função da sua etnia, sexo ou religião, etc. O nosso estudo de caso incide sobre a França e Portugal. A realização de entrevistas a vários interlocutores ajudaram a complementar a informação recolhida no terreno, através da observação direta e participante, integrando a organização France Terre d’Asile, em Paris. A pesquisa em Portugal seguiu apenas uma base documental.

Downloads

Publicado

2015-12-01