A mobilização de 12 de março em Portugal: movimento social ou “explosão”? : Atores, processos e consequências

Autores

  • Dora Fonseca

Resumo

No contexto das sociedades contemporâneas assistimos emergência e proliferação intensa de mobilizações sociais de vários tipos, decorrentes de transformações amplas de caráter diverso, mas sobretudo da imparável disseminação do programa neoliberal. Muitas configuram movimentos sociais, mas nem todas. O conceito movimento social ganhou uma amplitude tal que se torna necessária uma análise cuidadosa da sua aplicação. O nosso objetivo é analisar a possibilidade de aplicação do conceito de movimento social de Charles Tilly à mobilização do dia 12 de março. A tarefa levada a cabo apoia-se sobretudo no trabalho empírico realizado no âmbito de uma investigação em curso.

Downloads

Publicado

2012-12-31