Pensando a morte desde a religião – para pensar a cultura desde a morte

Autores

  • Ângelo Cardita

Resumo

Este artigo propõe uma reflexão sobre a morte a partir da relação entre a religião e a cultura, mais concretamente, demonstramos como a morte obriga o sujeito “transcendental” a situar-se, assumindo a sua finitude, e como este sujeito “situado” é, na verdade, o sujeito religioso e ritual. A dimensão cultural aqui em jogo liga-se ao cristianismo e ao seu destino nas sociedades ocidentais modernas. A cultura ocidental moderna é, de facto, marcada pela
morte de Jesus. Esta morte e a sua interpretação estão nas origens da cultura e da sociedade modernas ocidentais. Propomo-nos, por isso, pensar a morte desde a religião e pensar a cultura desde a morte.

Downloads

Publicado

2012-12-31