Análise do modelo organizacional de uma associação de Comércio Justo portuguesa

Autores

  • Sandra Lima Coelho

Resumo

Neste artigo pretendemos especificar o modus operandi de uma associação de promoção de Comércio Justo, a Associação Reviravolta, sedeada na cidade do Porto. Através da análise do organigrama da associação, e da análise dos discursos dos seus dirigentes, almejamos dar
conta das dimensões interativas do relacionamento social no seio da organização, bem como das representações dos seus intervenientes. O modelo de análise elaborado remete, numa primeira fase, para o contexto de modernidade tardia e de economia global característico das sociedades modernas, e para a emergência de novos movimentos sociais, cuja génese radica neste contexto de mudança societal, e que é o pano de fundo em que surgiu o movimento social do Comércio Justo.

Downloads

Publicado

2012-12-31