Políticas de reabilitação urbana e recomposição do tecido social no centro histórico do Porto : representações e discursos de moradores sobre a respetiva evolução recente

Autores

  • João Queirós

Resumo

Decorridos dez anos sobre o arranque da estratégia de reabilitação urbana do centro do Porto posta em marcha pela Câmara Municipal através da Porto Vivo, Sociedade de Reabilitação Urbana, o presente artigo propõe alguns resultados de uma investigação sociológica de terreno dedicada à evidenciação das principais transformações físicas e sociais resultantes da aplicação daquela estratégia. No texto, é dado destaque quer à leitura das principais tendências de recomposição do tecido social registadas no centro histórico do Porto, quer ao modo com os moradores de longa data deste território percebem e interpretam as implicações dos processos de reabilitação-gentrificação da sua área de residência.

Downloads

Publicado

2016-06-30