Reciprocidade e confiança em contextos de escassez : o caso Blat

Autores

  • Rafael Marques

Resumo

Os mecanismos sociais associados ao capital social e à confiança têm merecido uma atenção crescente no campo da Sociologia Económica. O blat russo é aqui analisado como uma relação pessoal que envolve troca de favores e de bens que se instala em economias de escassa ou nula monetarização. O blat é uma forma impura de transacção que se situa entre o dom e a troca; entre a alienabilidade total e a inalienabilidade absoluta; entre a reciprocidade memorial e o mercado e entre a reprodução social e a reprodução das coisas. O acesso privilegiado a bens e a serviços é o recurso fundamental da cadeia de blat, operando à custa das instituições estatais e não dos indivíduos. O blat não envolve apenas díades relacionais, antes tendendo a constituir redes sociais e cadeias circulares de troca incrustadas numa economia de escassez e de racionamento

Downloads

Publicado

2017-05-17