Convite à emancipação à luz da mediação da informação

makerspace e inovações no contexto da biblioteca pública

Autores

  • Mariana Rodrigues Gomes de Mello Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” (UNESP)
  • Everton da Silva Camillo Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” (UNESP)
  • Leda Maria Araújo Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” (UNESP)
  • Fabiana Sala Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” (UNESP)
  • Rosemari Pereira dos Santos Alves Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” (UNESP)

Palavras-chave:

Biblioteca pública; Emancipação; Inovação; Makerspace; Mediação da informação.

Resumo

A biblioteca pública traz em seu bojo a dimensão social, o que enseja um espaço formativo e de transformações sociais. Porém, a sociedade ante o dinamismo que lhe é inerente requer inovações e as bibliotecas fazem parte deste contexto. Posto isso, este trabalho é justificado em face do papel que as bibliotecas públicas têm à sociedade, que é carente de espaços ao acesso às inovações tecnologias e ações de mediação da informação. Para viabilizar o estudo, o problema da pesquisa se traduz na seguinte indagação: em que medida as investigações sobre bibliotecas públicas visam o incremento da inovação e dos makerspaces para reforçar sua função social? Ante esse problema, a pesquisa tem como objetivo geral averiguar o número de publicações em periódicos científicos que relacionem a inovação e o makerspace no contexto emancipatório das bibliotecas públicas. Metodologicamente, trata-se de uma pesquisa exploratória de natureza quali-quantitativa. Para tanto, realizaram-se buscas exploratórias na literatura em obras de autores que tratam das temáticas, bem como nos resumos de artigos em periódicos e anais de eventos nas bases de dados Library and Information Science Abstracts (LISA) e Base de Dados Referenciais de Artigos de Periódicos em Ciência da Informação (BRAPCI). Como resultado aferiu-se, em linhas gerais, que a relação entre bibliotecas públicas, makerspace e mediação da informação, concomitantemente, é pouco presente em investigações na área da Ciência da Informação entre os anos 2009 e 2019.

Biografias Autor

Mariana Rodrigues Gomes de Mello, Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” (UNESP)

Doutoranda do Programa de Pós-Graduação da UNESP.

Everton da Silva Camillo, Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” (UNESP)

Doutorando do Programa de Pós-Graduação da UNESP.

Leda Maria Araújo, Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” (UNESP)

Doutoranda do Programa de Pós-Graduação da UNESP.

Fabiana Sala, Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” (UNESP)

Doutoranda do Programa de Pós-Graduação da UNESP.

Rosemari Pereira dos Santos Alves, Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” (UNESP)

Doutoranda do Programa de Pós-Graduação da UNESP.

Referências

ABBAGNANO, N. 2000 Mediação. In ABBAGNANO, N. - Dicionário de Filosofia. São Paulo: Martins Fontes, 2000.

ALMEIDA, M. C. B. 2005 Planejamento de bibliotecas e serviços de informação. 2ª ed. Brasília: Briquet de Lemos, 2005.

ALMEIDA JÚNIOR, O. F. 2015 Mediação da informação: um conceito atualizado. In BORTOLIN, Sueli; SANTOS NETO, J. A.; SILVA, R. J., org. - Mediação oral da informação e da leitura. Londrina: ABECIN, 2015.

ALMEIDA JÚNIOR, O. F. 2009 Mediation of information and information reading. IBERSID: revista de sistemas de información y documentación. 3 (2009) 23-28.

ALONSO-ARÉVALO, J.; VÁZQUEZ, M. 2018 Makerspaces: los espacios de fabricantes en bibliotecas. [Em linha]. [S. l.]: DesiderataLab, 2018 p. 50-57. [Consult. 27 ago. 2020]. Disponível em: http://eprints.rclis.org/33521/.

ARAÚJO, C. A. A. 2011 Condições teóricas para integração epistemológica da Arquivologia, Biblioteconomia e Museologia na Ciência da Informação. InCID: revista de Ciência da Informação e Documentação. [Em linha]. 2:2 (jul./dez. 2011) 19-41. [Consult. 22 jul. 2020]. Disponível em: http://www.revistas.usp.br/incid/article/view/42349.

COUTO, J. F. 2018 Bibliotecas e makerspaces: um espaço de colaboração e criação. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso - Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

CRESWELL, J. W. 2010 Projeto de pesquisa: método qualitativo, quantitativo e misto. Porto Alegre: ARTMED, 2010.

CUNHA, V. A. 2003 A Biblioteca pública no cenário da sociedade da informação. Revista Biblos. 4:15 (abr./jun. 2003).

DEMO, P. 2000 Ambivalência da Sociedade da Informação. Ciência da Informação. [Em linha]. 29:2 (maio/ago. 2000) 37-42. [Consult. 22 jul. 2020]. Disponível em: http://revista.ibict.br/ciinf/article/view/885/920.

FERNÁNDEZ MARCIAL, V. 2017 Inovação em bibliotecas. In RIBEIRO, A. C. M. L.; FERREIRA, P. C. G., org. - Biblioteca do século XXI: desafios e perspectivas. Brasília: Insttuto de Pesquisa Económica Aplicada, 2017, p. 43-59.

FONSECA, J. F. 2004 A Contribuição da ergonomia ambiental na composição cromática dos ambientes construídos de locais de trabalho de escritório. 2004. Dissertação de Mestrado em Design - Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro.

FREIRE, P. 2011 Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 2011.

GASQUE, K. C. G. D. 2016 Internet, mídias sociais e as unidades de informação: foco no ensino-aprendizagem. Brazilian Journal of Information Studies. [Em linha]. 10:2 (2016) 14-20. [Consult. 27 jul. 2020]. Disponível em: http://www2.marilia.unesp.br/revistas/index.php/bjis/article/view/5929.

GIL, A. C. 1999 Métodos e técnicas de pesquisa social. São Paulo: Atlas, 1999.

GOMES, H. F. 2014 A Dimensão dialógica, estética, formativa e ética da mediação da informação. Informação & Informação. [Em linha]. 19:2 (2014) 46-59. [Consult. 22 jul. 2020]. DOI:10.5433/1981-8920.2014v19n2p46.

HEGEL, J. W. F. 1998 Fenomenologia do espírito. Parte II. Petrópolis: Vozes, 1998.

IFLA 1994 Manifesto da IFLA/Unesco de biblioteca públicas. [Em linha]. 1994. [Consult. 29 fev. 2020]. Disponível em: https://www.ifla.org/files/assets/public-libraries/publications/PL-manifesto/pl-manifesto-pt.pdf.

JAPIASSÚ, H.; MARCONDES, D. 2005 Mediação. In Dicionário básico de Filosofia. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2005, p. 180.

KANT, I. 1985 Textos seletos. 2ª ed. São Paulo: Vozes, 1985.

KOONTZ, C; GUBBIN, B. 2013 Diretrizes da IFLA sobre os serviços da biblioteca pública. 2ª ed. [Em linha]. Lisboa: De Gruytersaur, 2013. [Consult. 29 jul. 2020]. Disponível em: https://www.ifla.org/files/assets/hq/publications/series/147-pt.pdf.

LANKES, R. D. 2016 Expect more: melhores bibliotecas para um mundo complexo. São Paulo: FEBAB, 2016.

MAMBRINI, H. 1997 Bibliotecas: evolução histórica das tipologias e os aspectos de conforto ambiental. 1997. Dissertação de Mestrado em Arquitetura - Faculdade de Arquitetura, Porto Alegre.

MEDEIROS, A. L. S. 2012 Biblioteca pública do século XXI. CRB-8 Digital. 5:2 (dez. 2012) 49-55.

MELLO, M. R. G. 2020 Inter-relações entre Ciência da Informação e Filosofia da Ciência: reflexões histórico-epistemológicas. 2020. Dissertação de Mestrado em Ciência da Informação - Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, Faculdade de Filosofia e Ciências.

MOYSES, M. F; MONTALVÃO, C. R; ZATTAR, M. 2019 A Biblioteca pública como ambiente de aprendizagem: casos de makerspaces, learning commons e co-working. Conhecimento em Ação. [Em linha]. 4:2 (jul./dez. 2019). [Consult. 27 jun. 2020]. Disponível em: https://revistas.ufrj.br/index.php/rca/article/view/30981/17719.

PIRES, F. 2020 Tendências emergentes em bibliotecas públicas. [Em linha]. 2020. [Consult. 27 jun. 2020]. Disponível em: http://tci.fernandop.info/tendencias-em-bibliotecas-publicas.

PRADO, H. A. 2003 Organização e administração de bibliotecas. 2ª ed. São Paulo: T. A Queiroz, 2003.

REIS, M. B. R; BORTOLIN, S. 2012 Ambiência para narrativas orais. In BARBALHO, Célia Regina Simonetti et al., org. - Espaços e ambientes para leitura e informação. Londrina: ABECIN, 2012.

RIEN, E. 2012 The Makerspace saves the public library? META. 8:9 (2012) 30.

SANTA ANNA, J. 2016 A Redefinição da biblioteca no século XXI: de ambientes informacionais a espaços de convivência. RDBCI: revista digital de Biblioteconomia e Ciência da Informação. [Em linha]. 14:2 (2016) 232-246. [Consult. 29 jun. 2020]. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/rdbci/article/view/8641701.

SANTOS, R. G.; CÂNDIDO, A. C. 2019 Bibliotecas como makerspace: oportunidades de implementação a partir de um caso prático. Ciência da Informação em Revista. [Em linha]. 6:1 (2019) 114-125. [Consult. 22 jul. 2020]. Disponível em: https://www.seer.ufal.br/index.php/cir/article/view/6282.

SANTOS NETO, J. A.; ZANINELLI, T. B. 2017 Biblioteca escolar com makerspace: um estudo de caso na Biblioteca Abraham Lincoln. Revista Brasileira de Biblioteconomia e Documentação. [Em linha]. 13 (2017) 2.633-2.656. [Consult. 30 ago. 2020]. Disponível em: http://hdl.handle.net/20.500.11959/brapci/1879.

SILVEIRA BUENO, F. 1996 Mediação. In Minidicionário da língua portuguesa. São Paulo: Editora FTD, 1996, p. 422.

SMITH, A.; LIGHT, A. 2017 Cultivating sustainable developments with makerspaces = Cultivando desenvolvimento sustentável com espaços maker. Liinc em revista. [Em linha]. 13:1 (2017). [Consult. 22 jul. 2020]. Disponível em: http://revista.ibict.br/liinc/article/view/3900.

Downloads

Publicado

2021-08-12

Edição

Secção

Artigos