O Arquivo Sousa Lobato

uma família de cortesãos na viragem do século XIX

Autores

  • Margarida Maria Lobato Costa Universidade Nova de Lisboa - Faculdade de Ciências Sociais

Palavras-chave:

Arquivística histórica, Arquivo familiar, Família Sousa Lobato, História da família

Resumo

O objetivo deste artigo é dar a conhecer o arquivo de uma família nobre, o Arquivo Sousa Lobato (ASL). Este acervo, recentemente descoberto, é composto por documentos referentes ao período que vai do último quartel do século XVIII até ao início do século XX, no essencial: documentos oficiais de mercês régias (alvarás, cartas, portarias e decretos) referentes a nomeações para cargos palatinos, atribuições de qualificações honoríficas em Ordens Religiosas e Militares, concessões de direitos (senhorios, terrenos agrícolas) e ao exercício de funções nas instituições oficiais do Reino (alfândegas, ouvidorias de Comarcas) e ainda processos documentais relativos às propriedades concedidas e alguma correspondência epistolar. Assim, procederemos à descrição da reorganização e classificação da documentação, tendo em vista a reconstituição do passado familiar, cujos elementos se enquadraram na sociedade cortesã do final do Antigo Regime - reinado de D. Maria I e regência/reinado de D. João VI até à Revolução Liberal.

Referências

ANHEIM, Étienne; PONCET, Olivier 2004 Fabrique des archives, fabrique de l’histoire. Revue de Synthèse. 125 (2004) 1-14.

ARCAY BARRAL, Angel 2014 Os Arquivos de familia en Galiza e Portugal: o caso da familia Malvar. Porto, 2014. Dissertação de Mestrado em História e Património, ramo Arquivos Históricos – Faculdade de Letras da Universidade do Porto.

CARDOSO, Vilma Joana Correia Paiva de Freitas 2013 O Arquivo da Casa das Mouras: estudo orgânico e sua representação através do modelo sistémico. Porto, 2013. Dissertação de Mestrado em História e Património, ramo Arquivos Históricos – Faculdade de Letras da Universidade do Porto.

CHASTANG, Pierre 2006 Cartulaires, cartularisation et scriptularité médiévale: la structuration d’un nouveau champ de recherche. Cahiers de civilisation médiévale. Poitiers, 49 (2006).

COOK, Terry 2013 Evidence, memory, identity, and community: four shifting archival paradigms. Archival Science. 13 (2013).

COOK, Terry 2001 Archival Science and Postmodernism: new formulations for old concepts. Archival Science. 1 (2001).

COOK, Terry 1998 Arquivos pessoais e arquivos institucionais: para um entendimento arquivístico comum da formação da memória em um mundo pós-moderno. Revista de Estudos Históricos. 11:21 (1998).

CORREIA, Telma Marília Assunção 2009 A Família Azevedo Aguiar Brandão e a Indústria do Papel: séculos XIX e XX. Porto, 2009. Dissertação de Mestrado em História e Património, ramo Arquivos Históricos – Faculdade de Letras da Universidade do Porto.

COSTA, António José Pereira da, coord. 2005 Os Generais do Exército Português. Lisboa: Biblioteca do Exército, 2005, vol. 2, tomo 2.

CUNHA, Mafalda Soares da 2000 A Casa de Bragança (1560-1640): práticas senhoriais e redes clientelares. Lisboa: Editorial Estampa, 2000.

GAGO, Alice João Palma Borges 2019 Arquivos e práticas arquivísticas de famílias de elite: Portugal, séculos XV-XVII. Lisboa, 2019. Tese de Doutoramento em História, especialização em Arquivística Histórica – Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa.

KETELAAR, Eric 2007 Muniments and monuments: the dawn of archives as cultural patrimony. Archival Science. 7:4 (2007) 343-348.

LEME, Margarida Maria de Carvalho Ortigão Ramos Paes 2018 Costas com Dom: família e arquivo: séculos XV-XVII. Lisboa, 2018. Tese de Doutoramento em História, especialização em Arquivística Histórica – Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa.

LOPES, Maria Teresa Fernandes Pereira de Sena Sales 1987 A Casa de Oeiras e Pombal: estado, senhorio e património. Lisboa, 1987. Dissertação de mestrado em História – Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa.

MAIA, Sara Raquel Maciel da Silva 2017 Os Vasconcelos de Vila do Conde: arquivo de família. Porto, 2017. Dissertação de Mestrado em História e Património, ramo Arquivos Históricos – Faculdade de Letras da Universidade do Porto.

MAIO, Vânia de Jesus Dinis 2009 Arquivo da Casa dos Barros (1753-1955) : reconstituição da memória. Porto, 2009. Dissertação de Mestrado em História e Património, ramo Arquivos Históricos – Faculdade de Letras da Universidade do Porto.

MARQUES, Patrícia Cardoso 2013 O Arquivo Castro/Nova Goa: construção de catálogo: a aplicação do modelo sistémico. Porto, 2013. Dissertação de Mestrado em Ciências da Informação e da Documentação Arquivística, especialização em Arquivística Histórica – Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa.

MENDES, Ana Filipa Almeida 2015 Para a construção de uma memória: organização sistémica do Arquivo dos Condes de Azevedo. Porto, 2015. Dissertação de Mestrado em História e Património, ramo Arquivos Históricos – Faculdade de Letras da Universidade do Porto.

MONTEIRO, Nuno Gonçalo 2003 O Crepúsculo dos Grandes: a casa e o património da aristocracia em Portugal, 1750-1832. 2ª ed. ver. isboa: Imprensa Nacional - Casa da Moeda, 2003.

MONTEIRO, Tobias 2018 História do Império: a elaboração da independência: 1808-1823. Brasília: Senado Federal, 2018, vol. 19.

MOREIRA, Carla de Jesus Torres 2012 O Arquivo da Casa do Porto: o seu estudo e a sua representação: o modelo sistémico. Porto, 2012. Dissertação de Mestrado em História e Património, ramo Arquivos Históricos – Faculdade de Letras da Universidade do Porto.

MORSEL, Joseph 2008 Du texte aux archives : le problème de la source. Bulletin du Centre d’Études Médiévales|Auxerre. Hors-série n° 2 (2008).

MORSEL, Joseph 2006 En Guise d’introduction : les chartiers entre «retour aux sources» et déconstruction des objets historiens. In CONTAMINE, Philippe; VISSIÉRE, Laurent, ed. - Défendre ses droits, construire sa mémoire : les chartriers seigneuriaux, XIIe-XXIe siècle: actes du colloque international de Thouars, 8-10 juin 2006. Paris: Société de l’Histoire de France, 2010, p. 9-34.

NEVES, Guilherme Pereira das 1999 E receberá Mercê: a Mesa da Consciência e Ordens e Clero Secular no Brasil, 1808--1828. Rio de Janeiro: Arquivo Nacional, 1999.

NÓVOA, Rita Luís Sampaio da 2016 O Arquivo Gama Lobo Salema e a produção, gestão e usos dos Arquivos de Família nobre nos séculos XV-XVI. Lisboa, 2016. Tese de Doutoramento em História, especialidade em Arquivística Histórica – Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa e École Doctorale d’Histoire, Université Paris I Panthéon-Sorbonne.

OLIVEIRA, Marina Garcia 2013 Entre nobres lusitanos e titulados brasileiros: práticas, políticas e significados dos títulos nobiliárquicos entre o período Joanino e o alvorecer do Segundo Reinado. São Paulo, 2013. Dissertação apresentada ao Programa de Pós-Graduação em Política Social, do Departamento de História da Universidade de São Paulo.

RODRIGUES, Abel 2018 Os Arquivos pessoais e familiares em Portugal: uma reflexão crítica dos últimos vinte anos. In ENCONTRO DA FUNDACIÓN OLGA GALLEGO, 1º, Vigo, 2017 - Arquivos Privados de Persoas e Familias : unha ollada á Fundación Penzol. [S. n.]: FOG, 2018, p. 31.50.

ROSA, Maria de Lurdes 2009a Em torno de Álvaro Vaz, cavaleiro de Santiago (m. 1513): um estudo das formas de estruturação das elites sociais «intermédias»”. In FERNANDES, Isabel (coord.), As Ordens Militares e as Ordens de Cavalaria entre o Ocidente e o Oriente, 2009.

ROSA, Maria de Lurdes 2009b Problemáticas históricas e arquivísticas actuais para o estudo dos arquivos de família portugueses: épocas medieval e moderna. Revista de História da Sociedade e da Cultura. [Em linha]. Coimbra. 9 (2009) 9-42. [Consult. 4 dez. 2021]. Disponível em: https://digitalis-dsp.uc.pt/bitstream/10316.2/39576/1/Problematicas-%20historicas%20e%20arquivisticas%20actuais.pdf

ROSA, Maria de Lurdes; HENRIQUES, Luís 2016 O Arquivo da Casa da Lapa (1804-1832) e os seus inventários: gestão dos bens e memória dos antepassados. [Em linha]. Boletim do Arquivo da Universidade de Coimbra. 29 (2016) 89-132. [Consult. 4 dez. 2019]. Disponível em: https://impactum-journals.uc.pt/boletimauc/article/view/29_2/2291.

ROSA, Maria de Lurdes; NÓVOA, Rita Sampaio da 2016 Arquivística histórica e arquivos de família, entre História e Ciência arquivística: reflexões sobre um percurso científico e académico. [Em linha]. Revista de História Portuguesa. 49 (2016) 97-119. [Consult. 4 dez. 2021]. Disponível em: https://impactum-journals.uc.pt/rph/article/view/0870-4147_49_4/5018.

SILVA, Armando Malheiro da [et al.] 1998 Arquivística: teoria e prática de uma ciência da informação. 1ª ed. Porto: Edições Afrontamento, cop. 1998.

SOUSA, Maria João da Câmara Andrade e 2006 Da Linhagem à Casa : estratégias de mobilidade num grupo familiar no Portugal Moderno, séculos XVI/XVII. Lisboa, 2006. Dissertação de Mestrado em Histórica Moderna – Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa.

SOUSA, Maria João da Câmara Andrade e 2017 O Arquivo da Casa de Belmonte, séculos XV a XIX: identidade, gestão e poder. Lisboa, 2017. Tese de Doutoramento em História, especialização em Arquivística Histórica – Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa.

SUBTIL, José 2011 Pombal e o Rei: valimento ou governamentalização? Ler História. 60 (2011) 53-69.

TELES, João Bernardo Galvão 2006 Relação dos alunos do Colégio Real dos Nobres de Lisboa: 1766-1837. Revista do Instituto de Genealogia e Heráldica da Universidade Lusófona do Porto. 1 (2006) 57-118.

AFONSO, Domingos de Araújo; VALDEZ, Rui Dique Travassos 1933 Livro de Oiro da Nobreza, Braga: Tipografia Pax, 1933.

BLUTEAU, Rafael 1712-1728 Vocabulario portuguez e latino, aulico, anatomico, architectonico, bellico, botanico, brasilico, comico, critico, chimico, dogmatico, dialectico, dendrologico, ecclesiastico, etymologico, economico, florifero, forense, fructifero... autorizado com exemplos dos melhores escritores portugueses, e latinos... Coimbra: no Collegio das Artes da Companhia de Jesu, 1712-1728. 10 vol.

DOCUMENTOS PARA A HISTÓRIA… 1883-1891 Documentos para a historia das Cortes Geraes da Nação Portugueza. Coord. Câmara dos Senhores Deputados da Nação Portugueza. Lisboa: Imprensa Nacional, 1883-1891, 8 vol.

FARINHA, Augusto Romano Sanches Baena 1867 Diccionario aristocrático que contem todos os alvarás de foros de fidalgos da Casa Real… desde 1808 até septembro de 1822. Lisboa: Tipografia Panorama, 1867.

GAIO, Felgueiras 1938-1941 Nobiliário das famílias de Portugal. Braga: Agostinho de Azevedo Meirelles, Domingos de Araújo Affonso,1938-1941.

TORRES, João Carlos Feio Cardoso de Castelo Branco 1840 Dicionário aristocrático: colecção de todos os alvarás de fóros da Casa Real, que se achão registados nos Livros das Mercês, hoje pertencentes ao Archivo da Torre do Tombo… Lisboa: Imprensa Nacional, 1840, tomo 1.

ZÚQUETE, Afonso Eduardo Martins 1960 Nobreza de Portugal e do Brasil. Lisboa : Editorial Enciclopédia, 1960, vol. 1 e 3.

- Arquivo da família Sousa Lobato

- Arquivo Nacional da Torre do Tombo, Lisboa: Registo Geral de Mercês e Chancelaria Régias de D. Maria I e D. João VI; Habilitações de Ordens Militares e de Cristo; Livro dos índices da Mordomias da Casa Real.

Downloads

Publicado

2021-12-29

Como Citar

Costa, M. M. L. (2021). O Arquivo Sousa Lobato: uma família de cortesãos na viragem do século XIX. Páginas a&b: Arquivos E Bibliotecas, 167–202. Obtido de https://ojs.letras.up.pt/index.php/paginasaeb/article/view/10825

Edição

Secção

Artigos