CURADORIA DIGITAL, CUSTÓDIA ARQUIVÍSTICA E PRESERVAÇÃO DIGITAL: relações possíveis

Autores

Resumo

Resumo: A partir da perspectiva da preservação digital e da custódia arquivística ao longo do tempo, vê-se que os sistemas e repositórios de gestão e guarda de documentos estruturam as evidências, resultado das transações das instituições. Nesse momento o entorno digital de um serviço de arquivo digital traduz-se como o conjunto de plataformas e modelos, responsável por custodiar os documentos arquivísticos registrados em sequência binária. Ao comparar o entorno digital com o modelo de record continuum, vê-se a estrutura do fluxo documental desde o ambiente de negócios até os ambientes de difusão. A Cadeia de Custódia pode ser relacionada ao Ciclo de Vida da Curadoria Digital, pois ambas buscam, de sua forma própria, garantir a autenticidade, confiabilidade e integridade de documentos arquivísticos. Para isso, deve-se manter uma cadeia de custódia identificada, desde o ambiente de gestão até o ambiente de preservação, incorporando os documentos natodigitais como prioridade. Como achados do trabalho, verifica-se que foi possível estabelecer a relação da Curadoria Digital, da Preservação Digital e da Cadeia de Custódia, pois a curadoria digital garante a sustentabilidade dos dados a longo prazo e desenvolve ações de manutenção, preservação e agregação de valor aos dados em toda sua vida útil. Já a custódia, que inclui a cadeia de ações e responsabilidades ao longo de tempo, visa a guarda e proteção de arquivos, similar com as ações de Curadoria. Por fim, destaca-se como competências a biblioteconomia digital, o arquivamento digital e o gerenciamento e ciência de dados.

Palavras-chave: Arquivo digital; Curadoria digital; Custódia arquivística; Entorno digital; Preservação digital; Repositório digital confiável

Biografia Autor

Charlley dos Santos Luz, Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo | Escola Superior de Propaganda e Marketing

é Consultor em gestão documental e portais corporativos da Feed Consultoria. Professor da pós-graduação em Gestão Arquivística e Gestão da Informação Digital da FESPSP. Bacharel em Arquivologia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul e Mestre em Ciência da Informação pela ECA-USP. É autor do livro Arquivologia 2.0: a informação humana digital e Primitivos Digitais: Uma abordagem Arquivística.

Downloads

Publicado

2018-12-28

Como Citar

Luz, C. dos S. (2018). CURADORIA DIGITAL, CUSTÓDIA ARQUIVÍSTICA E PRESERVAÇÃO DIGITAL: relações possíveis. Páginas a&b: Arquivos E Bibliotecas, 92–103. Obtido de https://ojs.letras.up.pt/index.php/paginasaeb/article/view/4775

Edição

Secção

Artigos