As TIC em museus: mais um passo para a convergência?

Autores

  • Joana Maria Ferreira Ramos Faculdade de Letras da Universidade do Porto
  • Elisa Maria Vasconcelos Freitas Faculdade de Letras da Universidade do Porto
  • Maria Manuela Pinto Assistente da Faculdade de Letras da Universidade do Porto

Resumo

Numa ótica sistémica, informacional e de convergência disciplinar, compreendendo a Museologia na sua relação com áreas afins e o Museu como entidade produtora e gestora de um Sistema de Informação, o presente artigo visa refletir sobre a urgente abordagem holística, sistémica e integrada considerando o movimento convergente desenvolvido em torno da Museologia e do espaço museológico, a propósito da gestão da informação e do impacto provocado pelas TIC. Esta reflexão ocorre a dois níveis: vantagens e dificuldades do esforço de normalização da produção, organização e representação informacional no Museu e o equacionamento da partilha de informação interinstitucional, integrando arquivos e bibliotecas - instituições próximas pela história, missão e objeto de estudo. Considerando os complexos desafios da “Era Digital”, é essencial uma abordagem integrada, fazendo confluir esforços na consecução da missão institucional, potenciando o uso das TIC e assegurando uma eficaz gestão e acesso continuado à informação.

Palavras-chave: TIC; Gestão da Informação; Museus, Bibliotecas e Arquivos.

 

Biografias Autor

Joana Maria Ferreira Ramos, Faculdade de Letras da Universidade do Porto

Mestranda em Museologia na Faculdade de Letras da Universidade do Porto

Elisa Maria Vasconcelos Freitas, Faculdade de Letras da Universidade do Porto

Mestranda em Museologia na Faculdade de Letras da Universidade do Porto

Maria Manuela Pinto, Assistente da Faculdade de Letras da Universidade do Porto

Assistente da Faculdade de Letras da Universidade do Porto. CETAC.MEDIA

Downloads

Publicado

2014-08-11

Edição

Secção

Artigos