Gestão de objetos no Repositório Arquivístico Digital Confiável: um diálogo com a ISO 16.363

Autores

Resumo

Este estudo descreve os requisitos para auditoria da gestão de objetos digitais com base no Audit and Certification of Trustworthy Digital Repositories. Para tanto perpassa questões relacionadas à aquisição de conteúdo, criação do pacote de informação para armazenamento, planejamento, manutenção dos objetos digitais, gestão da informação e gestão de acesso. A discussão segue a lógica dedutiva, de modo que se realiza uma triangulação para analisar a gestão de objetos digitais, contextualizá-la no âmbito da Arquivística, e identificar os pressupostos essenciais para um repositório arquivístico digital confiável. Dentre os principais elementos a serem observados, destacam-se a identificação e manutenção das propriedades significativas para fortalecer a presunção de autenticidade, e o registro de todas as ações proferidas sobre a documentação por meio de metadados. Por fim, se reforça a necessidade da Arquivística se apropriar de temáticas relacionadas à preservação sistêmica.

Palavras-chave: Documento digital; Preservação digital; Preservação sistêmica; Repositório digital.

Biografias Autor

Henrique Machado dos Santos, Universidade Federal do Rio Grande (FURG)

Bacharel em Arquivologia e mestre em Patrimônio Cultural pela Universidade Federal de Santa Maria. Arquivista da Coordenação de Arquivo Geral da Universidade Federal do Rio Grande. Integrante do grupo de pesquisa CNPq UFF Ged/A - Documentos Digitais: Gestão, Preservação, Acesso e Transparência Ativa. Tem experiência na área de Ciência da Informação, atuando principalmente nos seguintes temas: preservação digital, gestão do conhecimento, diplomática contemporânea, gestão eletrônica de documentos e software livre.

Daniel Flores, Universidade Federal Fluminense (UFF)

Doutor em Metodologías y Líneas de Investigación en Biblioteconomía y Documentación pela Universidad de Salamanca. Desenvolveu estágio de Pós-Doutorado financiado pela Fundación Carolina/Universidad de Salamanca na Espanha em Documentos Digitais: Gestão e Preservação Digital. Professor associado do Departamento de Ciência da Informação da Universidade Federal Fluminense - UFF. Docente Permanente do PPGCI da UFF. Pesquisador PQ-2 CNPq - Bolsista de Produtividade. Membro presencial da Câmara Técnica de Documentos Eletrônicos (CTDE/CONARQ). Líder do grupo de pesquisa CNPq UFF Ged/A - Documentos Digitais: Gestão, Preservação, Acesso e Transparência Ativa.

Downloads

Publicado

2020-08-03

Como Citar

Santos, H. M. dos, & Flores, D. (2020). Gestão de objetos no Repositório Arquivístico Digital Confiável: um diálogo com a ISO 16.363. Páginas a&b: Arquivos E Bibliotecas, 67–99. Obtido de https://ojs.letras.up.pt/index.php/paginasaeb/article/view/6462

Edição

Secção

Artigos