A DESTACADA FUNÇÃO SOCIAL DO ARQUIVO OTOMANO: Hazîne-i Evrak ou Osmanlý Arþivi, Arþiv

Autores

  • Sílvia Maria do Espírito Santo Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras - Universidade de São Paulo (USP)

Resumo

Resumo: Esta discussão gira, primordialmente, em torno da função social da instituição-arquivo e do seu reconhecimento e significação histórica otomana na Turquia, desempenhando esta instituição funções administrativas e sociais na defesa dos direitos civis. Tecnicamente, a instituição-arquivo inscreve-se, de forma clara, na Arquivística desenvolvida na Europa, Canadá e América Latina, ainda que, politicamente, seja mais flagrante o seu papel de “lugar de memória” do Império Otomano e o seu contributo na metamorfose do Império em “Estado-Nação” laico e moderno através da ação militar e política de Mustafá Kemal Atatürk (1881-1938). Assim, o Osmanlý Arþivi, Arþiv, ou Arquivo Otomano, centralizado e ramificado em duas grandes cidades na Turquia – Ankara e Istambul –,é, aqui, alvo de uma caracterização genérica que visa torná-lo conhecido para o leitor em língua portuguesa, até porque estamos perante uma das instituições arquivísticas mais importantes da Europa e da Ásia em função dos seus elevados padrões de atendimento à pesquisa internacional e à eficiente prestação de serviços públicos que revela ter.
Palavras-chave: Instituição-Arquivo, função social; Turquia, linguagem

Abstract: This discussion is mainly around the social function of the archive-institution and of its recognition and historical Ottoman relevance in Turkey, taking into account the institution’s role as far as its administrative and social functions in the defense of civil rights are concerned.Technically, the archive-institution can be placed within the scope of the Archive Science developed in Europe, Canada and Latin America, although politically its role as “local of memory” of the Ottoman Empire and its part in the metamorphosis of the Empire into a secular and modern “Nation-State” by means of the political and military action of Mustafá Kemal Atatürk (1881-1938) is more evident. The O OsmanlýArþivi, Arþiv, or Ottoman Archive, Mustafá Kemal Atatürk, which is centralized and branched in two big cities in Turkey – Ankara and Istanbul –, is the target of a generic characterization that will enable Portuguese readers to recognize it as one of the most important archive-institutions in Europe and Asia regarding the high standards of usefulness in what concerns international research and the provision of public services.
Keywords: Archive-institutions, social function; Turkey, language

Biografia Autor

Sílvia Maria do Espírito Santo, Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras - Universidade de São Paulo (USP)

Bacharel em Sociologia e Política pela Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo (1981), Especialização em Patrimônio Cultural FAU-USP/FUPAM; Mestre em Ciência da Informação pela Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo (2000) e Doutora em Ciência da Informação pela Universidade Estadual “Júlio Mesquita” Campus de Marília (2009). Realizou pesquisas em acervos de diversas naturezas, exposições, assessorias de projetos artísticos e culturais. Foi Coordenadora da Memória e Cultura do Município de Ribeirão Preto (2001-2004) e Diretora do Museu Histórico e Museu do Café de Ribeirão Preto (2002-2004); Atualmente é PROFESSORA DOUTORA MS-3 da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras - DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO, INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO - DEDIC - CURSO CIÊNCIAS DA INFORMAÇÃO E DOCUMENTAÇÃO - CID - da Universidade de São Paulo de Ribeirão Preto. Realiza, 204-2015- Pós-Doutoramento na Universidade do Porto,Deptde Jornalismo e Ciências da Comunicação - Bolsa FAPESP. Tem experiência profissional em museus e arquivos, na área de Ciência da Informação, atuando com ênfase em Ação Cultural, Mediação e Organização da Informação principalmente nos seguintes temas: museologia, arquivologia, centros de documentação e memória. Foi consultora do Conselho da Comunidade Solidária (1998); Coordenou Operação Catirina-USP/Projeto Rondon (2010); realiza pesquisa e extensão universitária com bolsas Ensinar com Pesquisa e Aprender com Cultura e Extensão. Foi membro da CCoordenação do Curso Ciência da Informação e Documentação (COC) (2008-2011). É associada à Associação de Arquivistas de São Paulo - ARQ/SP. Membro suplente do Campus no Conselho Curador da Fundação Teatro Pedro II. É autora e coordenou o Projeto do Centro de Documentação e Memória da Fazenda Santa Cecília (2011-2013); Recebeu apoio da Fundação de Apoio às Ciências - FAC/FFCLRP e Empresa Rotunda Holding LTDA, com orientação de 10 bolsistas (2011-2013), com respectivas produções científicas, apresentação em Simpósios, Seminários e Congressos Internacionais. Foi membro da Congregação da FFCLRP e da COC, participou de comissões da Adminstração do Campus e na Faculdade de Medicina da USP-RP para implantação do Museu da Medicina. Atualmente participa da estruturação do Projeto Pedagógico do Curso Ciência da Informação (USP-RP), do Convênio CRint-CiD/USP e Universidade de Coimbra, membro do Conselho de Preservação do Patrimônio Cultural de Mococa e integra o Grupo de Pesquisa Patrimônio Rural (FAPESP). site: http://www.lacca.imagcom.org

Downloads

Publicado

2015-07-20

Como Citar

Santo, S. M. do E. (2015). A DESTACADA FUNÇÃO SOCIAL DO ARQUIVO OTOMANO: Hazîne-i Evrak ou Osmanlý Arþivi, Arþiv. Páginas a&b: Arquivos E Bibliotecas, 81–100. Obtido de https://ojs.letras.up.pt/index.php/paginasaeb/article/view/666

Edição

Secção

Artigos