Os “nativos digitais” brasileiros e suas práticas de consumo e de relacionamento com as empresas: perspectivas, tendências e oportunidades às Relações Públicas

Wandressa Puga dos Santos, Wellington Teixeira Lisboa

Resumo


A Geração Z engloba os nascidos nos anos 1990, indivíduos que, em geral, possuem desenvoltura com as novas tecnologias, por estarem em contato direto com o “mundo digital”. Nesse contexto, este estudo objetiva compreender as características de consumo da Geração Z e apontar tendências e oportunidades às Relações Públicas. Busca-se, nessa linha, indicar pontos de atenção na elaboração de estratégias de Relações Públicas direcionadas aos públicos formados por membros dessa geração. Para tanto, apresenta-se uma pesquisa qualitativa e quantitativa desenvolvida junto a sujeitos de diferentes classes de renda no Brasil. Com os resultados, observa-se que o comportamento dessa geração é influenciado pelo uso das tecnologias infocomunicacionais, mas as disparidades entre classes econômicas implicam diferentes comportamentos sociais e de consumo. Assim, deve-se ressaltar a necessidade de adaptação dos esforços de Relações Públicas a esse público heterogêneo, com o uso de ferramentas on-line e off-line.
Palavras-chave: Consumo. Geração Z. Relações Públicas. Tecnologias de Informação e Comunicação.

 

Texto Completo:

PDF

Apontadores

  • Não há apontadores.




Copyright © 2005 | CIC.DIGITAL-Porto | PRISMA.COM | ISSN 1646-3153  | DOI 10.21747/16463153 | Contacto: prisma.com@letras.up.pt 

 

  

Lista da Revistas