Uma introdução à tectologia de Bogdanov: Reflexões para a transdisciplinaridade?

Max Cirino de Mattos, Peter Dudley

Resumo


O artigo apresenta o russo Alexander Alexandrovich Malinovsky – mais conhecido por Bogdanov – um cientista, economista, filósofo, médico, poeta e revolucionário marxista ao lado de Lenin. Ao discordar de alguns pressupostos marxistas, seus trabalhos foram “esquecidos” na Rússia, sendo resgatados somente a partir da década de 1960 tanto na Rússia quanto por alguns autores ocidentais. Praticamente desconhecido no ocidente, especialmente nos países de língua portuguesa, sua principal obra apresentada neste artigo é a Tectologia, coerente com o relativismo de Einstein, Poincaré e Mach, e também com a recente física quântica em desenvolvimento naquela época (KATS, 2004). Longe de ser um ‘modelo sistêmico’, a Tectologia tem o direito legítimo de ser considerada como uma ciência sistêmica fundamental na qual Bogdanov define e descreve o ‘mundo inteiro’ em termos de ‘complexos’ e leis de organização aplicáveis universalmente, criando, na verdade, o primeiro, e fundamental, conceito geral sistêmico do século XX (DUDLEY e PUSTYLNIK, 1995). Espera-se contribuir para o debate sobre a transdisciplinaridade a partir das ideias de Bogdanov.

Texto Completo:

PDF

Apontadores

  • Não há apontadores.




Copyright © 2005 | CIC.DIGITAL-Porto | PRISMA.COM | ISSN 1646-3153  | DOI 10.21747/16463153 | Contacto: prisma.com@letras.up.pt 

 

  

Lista da Revistas