O subaproveitamento das potencialidades da Internet pelos ciberjornais portugueses

Fernando Zamith

Resumo


Este artigo tem por base a proposta metodológica apresentada pelo autor na dissertação de mestrado que defendeu em Fevereiro de 2007 na Universidade do Minho. Na investigação que conduziu a essa dissertação, o autor mediu e comparou as potencialidades da Internet exploradas pelos ciberjornais (sites noticiosos/jornalísticos) portugueses de informação geral de âmbito nacional, criando e aplicando uma tabela de medição dos níveis de aproveitamento dessas potencialidades. Os resultados indicam um baixo aproveitamento das potencialidades da Internet (23,3%), particularmente das consideradas mais importantes – hipertextualidade, interactividade e multimedialidade. A tabela foi construída de forma a poder ser aplicada novamente, ao mesmo universo ou a qualquer outro, o que permitirá estabelecer comparações em diferentes momentos e entre ciberjornais de diferentes tipos, países e públicos-alvo. Esta grelha de análise permite saber com rigor se o aproveitamento das potencialidades da Internet é alto ou baixo, bem como estabelecer “rankings” dos ciberjornais

Texto Completo:

PDF

Apontadores

  • Não há apontadores.




Copyright © 2005 | CIC.DIGITAL-Porto | PRISMA.COM | ISSN 1646-3153  | DOI 10.21747/16463153 | Contacto: prisma.com@letras.up.pt 

 

  

Lista da Revistas