Matemática em Movimento: aprendendo com as tecnologias digitais

Vanda Leci Bueno Gautério, Sheyla Costa Rodrigues

Resumo


Neste trabalho discutimos como os estudantes de uma escola, do município do Rio Grande/RS/Brasil, aprendem a matemática. A escola teve suas salas de aula transformadas em Ambientes de Aprendizagem equipados com recursos pedagógicos, tanto físicos como digitais, de acordo com as necessidades de cada área do conhecimento. Focamos nossa análise no Ambiente de Aprendizagem “Matemática em Movimento” convidando os estudantes a relatar, através de um questionário com questões abertas, como são suas aprendizagens matemáticas quando usam as tecnologias digitais. Para a análise utilizamos a técnica Discurso do Sujeito Coletivo (DSC) que consiste em analisar depoimentos provenientes de questões abertas, agrupando os extratos dos depoimentos de sentido semelhante em discursos-síntese redigidos na primeira pessoa do singular, como se uma coletividade estivesse falando. O discurso coletivo indica que aprendem Matemática operando com a ajuda dos Netbooks, conectados a internet, ou através de softwares e programas, e no grupo da escola disponibilizado no Facebook, no qual podem conversar com a professora fora da escola e fazer trabalhos diferentes. Encontramos também um coletivo destacando que aprendem divertindo-se com as tecnologias e que todas as escolas deveriam disponibilizar diferentes recursos digitais para facilitar a aprendizagem e a comunicação.


Texto Completo:

PDF

Apontadores

  • Não há apontadores.




Copyright © 2005 | CIC.DIGITAL-Porto | PRISMA.COM | ISSN 1646-3153  | DOI 10.21747/16463153 | Contacto: prisma.com@letras.up.pt 

 

  

Lista da Revistas