Submissões

Acesso ou Registar-se para submeter um artigo.

Condições para Submissão

Como parte do processo de submissão, os autores são obrigados a verificar a conformidade da submissão em relação a todos os itens listados a seguir. As submissões que não estiverem de acordo com as normas serão devolvidas aos autores.

Instruções para Autores

Filosofia publica artigos, estudos críticos e recensões em alemão, castelhano, francês, inglês, italiano, português.

 

1. NORMAS GERAIS

— Cada artigo deverá começar com o nome do Autor (em corpo normal e centrado) e com o Título integral (em corpo normal, a negrito e centrado). Numa nota, marcada com o símbolo *, deverá ser incluída a afiliação institucional do autor e outras informações relevantes (eventual projeto em que o estudo se insere; endereço email, etc.).

Nome do autor *

Título e subtítulo

— Antes do texto do artigo, deverão ser incluídos resumos em inglês (este antecedido pelo título do artigo traduzido, quando não seja nessa língua) e português, assim como até 5 palavras-chave

— No final do artigo deve ser inluída a lista de referências bibliográficas completas, seguindo as normas de descrição bibliográfica indicadas a seguir.

— Todas as citações deverão ser apresentadas entre aspas: « » (não utilizar as vírgulas altas “  ” para citações).

Citações longas no corpo do texto podem ser apresentadas em parágrafo próprio, destacado e em corpo de tamanho 10 e sem aspas.

— As referências bibliográficas serão dadas nas notas (ver as normas na secção seguinte).

— As notas deverão ser inseridas e numeradas automaticamente como notas de pé de página.

— Os números das notas deverão surgir antes de qualquer pontuação. ex.: «Penso, existo»1.

— Os itálicos poderão ser usados apenas para as expressões em línguas clássicas ou estrangeiras e em títulos de obras ou de revistas.

— Para além dos itálicos, não serão admitidas outras apresentações gráficas (negritos, sublinhados, palavras totalmente em maiúsculas, espaçamentos anormais, etc.).

— O texto não pode ter nomes de autores todo em maiúsculas.

— Admitem-se as abreviaturas habituais: cfr., art. cit., op. cit., id./ead., ibid., e.g., ed./eds., p./pp. O uso de outras abreviaturas não é permitido.

— No caso de serem utilizadas fontes especiais (grego, hebraico, árabe, ou transliterações com caracteres especiais), deverá ser enviada uma cópia em formato PDF, com as fontes embebidas. No início do artigo deverá ser claramente indicado o uso de fontes especiais com o respetivo nome.

— O texto deve ser enviado pronto para impressão. Aos autores será enviado um conjunto de provas para revisão. Por razões técnicas, não serão admitidas revisões substanciais ou longas.

— Os artigos são submetidos em formato Word / texto (ou compatível) em http://ojs.letras.up.pt/index.php/filosofia/author/submit/1 ou para filosofia.revista@letras.up.pt

 

2. citações bibliográficas nas notas

Todas as citações devem obedecer às seguintes indicações e normas:

— As informações bibliográficas devem permitir a total identificação do texto ou estudo citados.

— A primeira citação deverá ser completa. As citações sucessivas da mesma obra ou artigo deverão ser abreviadas de um modo claro.

à

Não usar palavras completas ou nomes em letras miúsculas. Utilizar Versaletes apenas nos nomes dos autores.

 

CITAÇÕES DE ARTIGOS

Inicial(ais) do primeiro nome(s) do autor(es) com ponto + Último nome do autor em Versaletes, «Título do artigo entre aspas», Título da Revista em itálico, número do volume (ano de publicação) número de páginas:

Nota: Na primeira citação, o título da Revista não pode ser abreviado.

Ex. 1: Engel, Pascal, «La volonté de croire et les impératifs da la raison: sur l'éthique de la croyance», Revista da Faculdade de Letras – Série de Filosofia, série II, 18 (2001) 165-176.

2ª citação: Engel, «La volonté de croire…», art. cit., p. 167.

Ex. 2: Alonso Dacal, G., «La hipótesis de Ortega», Revista de estudios orteguianos, 5 (2002) 103-110.

2ª citação: Alonso Dacal, «La hipótesis de Ortega», art. cit., p. 107.

 

CITAÇÕES DE LIVROS

Inicial(ais) do primeiro nome(s) do autor(es) com ponto + Último nome do autor em Versaletes, Título do livro em itálico, (colecção: facultativo) Editora, Local e Ano de publicação, número de páginas.

Ex. 1: Coimbra, Leonardo, O criacionismo (síntese filosófica), pref. D. Santos, (Obras de Leonardo Coimbra, 2), Livraria Tavares Martins, Porto 1958, p. 170.

2ª citação: Coimbra, O criacionismo, op. cit., pp. 111-115.

Ex. 2: Janik, Allan – Stephen Toulmin, Wittgenstein’s Vienna, Elephant paperbacks, Chicago 1996, p. 196.

2ª citação: Janik – Toulmin, Wittgenstein’s Vienna, op. cit., p. 286, n. 9.

Ex. 3: Courtine, Jean-François, Inventio analogiae. Métaphysique et ontothéologie, (Problèmes et controverses), Vrin, Paris 2005, p. 191.

2ª citação: Courtine, Inventio analogiae, op. cit., pp. 319-322.

 

CITAÇÕES DE ESTUDOS EM OBRAS COLECTIVAS

Inicial(ais) do primeiro nome(s) do autor(es) com ponto + Último nome do autor em Versaletes, «Título do estudo, entre aspas », em Nome do editor em Versaletes (ed.), Título completo do volume em itálico, Editora, Local e Ano de publicação, número de páginas (colecção: facultativo).

Ex.: Hankinson, R.J., «Philosophy of Science», in J. Barnes (ed.), The Cambridge Companion to Aristotle, Cambridge University Press, Cambridge 1995, pp. 109-139, cf. p. 127.

2ª citação: Hankinson, «Philosophy of Science», art. cit., p. 125.

 

CITAÇÕES DE EDIÇÕES ANTIGAS E DE EDIÇÕES CRÍTICAS

Nome do autor, Título em itálico, Nome do Editor, Editora, Local e Ano de publicação, número de páginas ou linhas (colecção: facultativo).

(nos casos consagrados devem ser usados os modos de referência em uso, cfr. ex. 1 e 2)

Ex. 1: Plato, Rep. 531b; Thomas Aquinas, Sum. Theol. I-II, q. 95, a. 3.

Ex. 2: Aristóteles, Sobre da alma, trad. A.M. Lóio, rev. T. Calvo Martínez, (Obras completes de Aristóteles) Centro de Filosofia da Universidade de Lisboa – Imprensa Nacional Casa da Moeda, Lisboa 2010, Liv. II, 5, 417b2-16 (p. 77).

2ª citação: Aristóteles, Sobre da alma, op. cit., III, 5, 430a10-25 (pp. 116-117)

Ex. 3: Séneca, Lúcio Aneu, Cartas a Lucílio, trad., pref. e notas J.A. Segurado e Campos, Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa 1991, p. 49.

2ª citação: Séneca, Lúcio Aneu, Cartas a Lucílio, ed. cit., p. 362.

 

CITAÇÕES DE MANUSCRITOS

Cidade, Biblioteca, Fundo, identificação do manuscrito, folia/folium.

Ex.: Lisboa, Biblioteca Nacional de Portugal, Alc. 262, f. 149ra.

Nota: Na primeira citação o nome da biblioteca não podem ser abreviado.

 

Política de Privacidade

Os nomes e endereços fornecidos nesta revista serão usados exclusivamente para os serviços prestados por esta publicação, não sendo disponibilizados para outras finalidades ou a terceiros.