P. Margutti, História da Filosofia do Brasil. O período colonial (1500-1822), São Paulo 2013

Autores

  • Carlos Garcia Lauer Instituto de Filosofia

DOI:

https://doi.org/10.21747/filosofia.v32i0.1059

Resumo

A insatisfação com a escassez de pesquisa sobre a loso a brasileira por parte do meio acadêmico foi o principal impulso para as pesquisas do Prof. Dr. Paulo Roberto Margutti, as quais resultaram no presente volume de uma História da Filoso a do Brasil.

O desinteresse acadêmico por autores brasileiros de primeira grandeza, tais como José Osvaldo de Meira Penna, José Guilherme Merquior e Mario Vieira de Mello, de um lado, e o desejo de superar a «esquizofrenia» de uma divisão ideológica entre pesquisadores, de outro, contribuiu para o título signi cativo de uma nova História da Filoso a do Brasil, ou seja, não apenas a história do pensamento losó co produzido no território nacional, mas a história de tal pensamento especi camente brasileiro. De modo geral, portanto, a tentativa é a apresentação do estatuto da loso a brasileira num cenário que inclui igualmente as loso as inglesa, francesa e alemã. Trata-se de um contraste não só à autoimagem negativa de autores que não acredi- tam na possibilidade de uma identidade nacional em relação ao pensamento losó co, como, por exemplo, Leonel Franca (A Filoso a no Brasil), como ao receio de autores que acreditam nessa identidade, mas não consideram prudente apresentá-la diretamente como tal, como, por exemplo, Antonio Paim (História da ideias losó cas no Brasil).

 

DOI: http://dx.doi.org/10.21747/21836892/fil32a15


 

Downloads

Publicado

2016-01-18

Edição

Secção

Recensões