Negacionismo Científico

análise da repercussão no Twitter acerca da vacina do COVID-19

Autores

  • Carla MontuorI Fernandes
  • Luiz Ademir de Oliveira
  • Vinícius Borges Gomes
  • Fernando de Resende Chaves

Resumo

Em 31 de agosto de 2020, o presidente da República do Brasil, Jair Bolsonaro (sem partido), declarou à imprensa que o governo não poderia obrigar os cidadãos a tomarem eventual vacina de imunização ao COVID-19. A fala gerou grande repercussão na imprensa e nas redes. O artigo busca analisar, por meio de Análise de Conteúdo (Bardin, 2011), como foi a reverberação dessa fala no Twitter e de que modo ela se atrelou a aspectos de negacionismo científico. A coleta do corpus se deu por meio de softwares que elencaram os posts de maior impacto na rede nos dias subsequentes à declaração Discute-se, portanto, a fragilidade do campo social da ciência e o modo como a comunicação política está inserida num debate maximizado por uma sociedade midiatizada, onde informações e conteúdos passam por novos circuitos de sociabilidade

Downloads

Publicado

2021-11-29

Edição

Secção

Artigos