A utilização de plataformas web nas práticas comunicativas das bibliotecas públicas portuguesas

Cláudia Raquel Lima, Viviana Fernández Marcial, Heitor Alvelos

Resumo


Face à emergência das tecnologias 2.0 e impacto que têm tido nas práticas comunicativas da sociedade, surgem propostas para um novo modelo de biblioteca, cujos serviços se configuram num maior envolvimento do cidadão e estimulam a sua participação. As plataformas web, sobretudo as redes e media sociais gratuitos disponíveis, apresentam-se como meios privilegiados para efetivar uma interação contínua entre biblioteca e seus utilizadores.

Neste artigo apresentamos um mapeamento da utilização de plataformas web pelas bibliotecas públicas portuguesas, resultado de um inquérito realizado em Junho de 2013. São identificadas as plataformas mais utilizadas nas suas práticas comunicativas, nomeadamente redes e media sociais, bem como, vantagens e desvantagens sentidas na utilização de plataformas participativas. Nos casos em que estas não são utilizadas, são identificadas as principais razões.

Texto Completo:

PDF

Apontadores

  • Não há apontadores.




Copyright © 2005 | CITCEM – Centro de Investigação Transdisciplinar Cultura, Espaço e Memória | PRISMA.COM | ISSN 1646-3153  | DOI 10.21747/16463153 | Contacto: prisma.com@letras.up.pt 

  

Lista da Revistas