A Memória organizacional e os sistemas de informação suportando a tomada de decisão

Autores

  • Rebeca Gutierres Boghossian Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo
  • Gilberto Perez Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo
  • Ana Maria Roux Valentini Coelho Cesar Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo
  • Erica Dalloz Eller Barbosa Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo

Resumo

As organizações estão constantemente buscando melhorar seus processos de tomada de decisão, e boa parte delas investem quantias substanciais em Sistemas de Informações (SI) que suportem essas decisões. A Memória Organizacional (MO) é um alicerce natural da tomada de decisão e da gestão do conhecimento, no entanto falta maior aprofundamento para entender como isso ocorre nas empresas. Na pesquisa foi utilizado o método qualitativo descritivo, com o auxílio de entrevistas com roteiro estruturado para a coleta de dados, e como técnica de análise, utilizou-se a análise de conteúdo sugerida. Os resultados indicaram que a gestão da Memória Organizacional é um tema relevante, e as empresas participantes da pesquisa demonstraram que procuram viabilizar a sua manutenção. As empresas utilizam a Memória Organizacional quando buscam por informações presentes nos seus bancos de dados e nos Sistemas de Informação que utilizam. Constatou-se que existem empresas que ainda não têm o costume de buscar informações recentes sobre a concorrência, e se utilizam daquelas que estão presentes na memória organizacional para tomar decisões, fazendo uso da heurística de disponibilidade, o que pode gerar vieses, de decisão.

Palavras-chave: Memória Organizacional, Tomada de Decisão, Concorrente.

Downloads

Publicado

2019-04-03

Edição

Secção

Artigos do CONTECSI