O Escândalo da Falência da Companhia Geral do Crédito Predial Português na Agonia da Monarquia Constitucional (1910)

Autores

  • João Oliveira Faculdade de Letras da Universidade do Porto
  • Vasco Ribeiro Faculdade de Letras da Universidade do Porto/CIC Digital.Porto/CITCEM

Resumo

O presente artigo tem como objetivo o estudo da cobertura jornalística da falência de uma instituição de crédito bancário, em 1910: o Crédito Predial Português. Pretendemos avaliar a cobertura que a imprensa – em particular, alguma da que se situava na oposição ao governo em funções e/ou ao regime político vigente: O Século, O Dia e O Mundo – fez do escândalo. Procederemos a análises quantitativas e qualitativas, a fim de avaliar os enquadramentos noticiosos e o tom e a linguagem usadas. Examinaremos o recurso a fontes de informação: a frequência com são movidas, os graus de confidencialidade (à luz de teorias atuais), a preponderância no corpo do texto de cada peça jornalística, ou também a origem socioprofissional de cada fonte. Deste modo, será possível compreender mais sobre a imprensa portuguesa da primeira década do século XX, bem como sobre aquela que versa sobre economia

Palavras-chave: Jornalismo; Fontes de informação; Escândalos; Política.

Downloads

Publicado

2019-08-21

Edição

Secção

Artigos