Uma circum-navegação lusófona no YouTube: influenciadores, celebridades e actantes digitais

Autores

Resumo

Internet e ecrã objetivam “a era do ecrã-global” (Lipovetsky & Serroy, 2010). A esta dinâmica não é alheia a contingência lusófona. E com o YouTube, nasceram novas formas de “associação” (Latour, 2012). Sendo esta uma rede que também constitui um “espaço de cultura” da lusofonia (Martins, 2015), investigou-se aqui a relação entre as “comunidades lusófonas” e esse “ecrã-global”. Este estudo tinha duas missões: a) a de mapear o top5 de preferências de visualização no YouTube países lusófonos; b) e a de perceber quais as forças arquetípicas mais presentes em cada país analisado. Este mapeamento e a consequente descrição das forças arquetípicas conseguem descrever partes da “pele da cultura” (Kerkhove, 1997) na lusofonia, fornencendo bases para análises mais profundas.

Palavras-chave: YouTube; Lusofonia; actantes; Internet

Biografia Autor

Pedro Rodrigues Costa, CECS - Centro de Estudos em Comunicação e Sociedade

Pedro Rodrigues Costa é doutorado em Ciências da Comunicação (Sociologia da Comunicação e Informação), pela Universidade do Minho, com a tese “Entre o Ver e o Olhar: Ecos e Ressonâncias Ecrãnicas” (2013). É mestre em Sociologia (especialização em Sociologia das Organizações e do Trabalho) e licenciado em Sociologia. Entre as suas áreas de investigação constam as questões em torno da Cibercultura, Tecnologia e Estudos sobre ecrãs. É investigador do CECS, onde integra o Grupo de Estudos Culturais.

Downloads

Publicado

2020-11-13