As autarcas portuguesas na imprensa nacional: Análise à projeção mediática de mulheres detentoras de cargo político

Autores

  • Amália Cunha Afonso
  • Vasco Ribeiro Faculdade de Letras da Univesidade do Porto, Portugal

Resumo

É indubitável que o acesso à política é um caminho difícil para as mulheres, principalmente no poder local. O presente artigo tem como objetivo de estudo, primeiro, perceber como a mulher autarca exerce as suas funções e, segundo, qual é a presença e a frequência na imprensa nacional, mais concretamente no Jornal de Notícias (JN) e no Público. Decorremos a análises quantitativas e qualitativas do produto jornalístico, como também a entrevistas de elite semi-estruturadas a mulheres detentoras de cargo político. Deste modo, conseguimos verificar com este trabalho que as mulheres têm, ao longo do tempo, ocupado uma posição mais frágil na estrutura social, tanto na dimensão pública como também na privada. É curioso, depois de alguns anos em democracia, que o número de mulheres na política seja ainda tão reduzido.

Palavras – Chave: Comunicação Política; Jornalismo; Mulheres Autarcas; Paridade

Biografias Autor

Amália Cunha Afonso

Comunicação Política

Vasco Ribeiro, Faculdade de Letras da Univesidade do Porto, Portugal

Diretor do Mestrado em Ciências da Comunicação

Downloads

Publicado

2020-08-08

Edição

Secção

Artigos