Portugal e o conflito do Saara – contributo para o estudo da 1.ª década

Autores

  • Maciel Santos

Resumo

A descolonização do Saara ocidental surgiu em plena recessão mundial e no quadro de um novo reposicionamento imperialista, especialmente quanto ao petróleo do Médio Oriente. Apesar da internacionalização do conflito, entre 1976-80 a Frente Polisário conseguiu vantagens no terreno militar, que depois não conseguiu manter graças ao apoio ocidental (militar e diplomático) a Marrocos.
Mas com o desfasamento que geralmente ocorre entre guerra e diplomacia, a RASD melhorou o seu estatuto internacional entre as cimeiras OUA de
Nairobi (1981) e de Adis-Abeba (1983). A diplomacia portuguesa, que acompanhava a política externa africana com regularidade, adaptou os seus interesses em Marrocos à nova conjuntura, na qual o tempo corria agora favoravelmente para Rabat.


Palavras-chave: O.U.A., Marrocos, Frente Polisário, Portugal.

Downloads

Publicado

2020-05-14

Edição

Secção

Artigos